Micose: o que é, como identificar e como tratar

Nesta época do ano, aparecem muitos casos de micose. Isso porque o fungo se prolifera em situações de umidade e calor. No post de hoje, vou falar um pouquinho sobre os tipos de micose, seus sintomas e tratamentos.

O que é a Micose

Micose é uma infecção causada por fungos, que atingem a pele, as unhas e os cabelos. Essa doença é muito comum nos trópicos, devido às condições climáticas: muito calor e muita chuva. No Brasil, encontramos as características ideais. Durante as férias na praia, principalmente, criamos as condições perfeitas para a proliferação destes fungos e, por isso, a doença é muito falada nesta época do ano. Veja alguns hábitos que favorecem a micose:

  • Ficar muito tempo com o biquíni molhado
  • Usar toalhas, bonés e roupas emprestadas
  • Não se secar bem após o banho
  • Andar descalço em locais úmidos
  • Excesso de suor

A predisposição genética, a obesidade (por conta das dobras de pele) e o uso de sapatos apertados também podem influenciar na aparição da micose.

Os tipos de micose

Temos tipos diferentes de micose: as superficiais e as profundas. Entre as superficiais, podemos citar algumas:

Pitiríase Versicolor
Conhecida como “pano branco” ou micose de praia. É comum em pessoas de pele oleosa. Causa manchas claras ou acastanhadas nas costas, pescoço e rosto, mas não costuma dar coceira.

Dermatofitoses
São as micoses que podem acometer pele, unhas e couro cabeludo. Os locais mais comuns de acometimento são as regiões de dobras, como axilas, virilhas e entre os dedos dos pés. Costumam apresentar vermelhidão, descamação e coceira.

Onicomicose
Atinge as unhas dos pés e das mãos. Tem como característica o descolamento da unha, descamação embaixo das unhas, além de alteração na coloração e na forma.

As micoses profundas são menos comuns e atingem pessoas com imunidade muito baixa, devido a alguma doença, como a AIDS, ou a um tratamento, como a quimioterapia. Ela atinge órgãos internos e é mais perigosa.

Como prevenir a micose

A prevenção da micose acontece com uma revisão de hábitos e de higiene: seque-se bem após o banho, evite ficar com roupa de banho molhada por muito tempo, prefira roupas de algodão e use sapatos que permitem maior circulação do ar. Além disso, não use roupas e acessórios de outras pessoas e, na manicure, procure levar seus próprios utensílios.

Como identificar a micose

A micose pode ser identificada por lesões de cor avermelhada, acastanhada ou esbranquiçada. É comum a presença de descamação nas bordas.
Tratamento para micose

O tratamento para o fungo depende da região a ser tratada. Normalmente, indicamos antifúngicos tópicos, ou orais, além de orientação para correção dos hábitos, evitando que o quadro avance ou se repita.

 

Se você suspeita que esteja com micose, marque sua consulta o mais breve possível. Quanto antes iniciarmos o tratamento correto, melhor será para a saúde da sua pele.

(51) 3414.2770 – 3307.2770 – 98692.6697
Rua Mariante, 180 – Sala 304
Bairro Moinhos de Vento – Porto Alegre/RS
Atendimento de segunda a sábado, convênios e particular.

 

Quem Sou

Sou a Dra. Fairuz Helena ....

Blog

Novidades sobre beleza ....

Entre em Contato

Dra. Fairuz Helena Castro

Endereço

Clinica Dra. Juliana Fonte

Rua Mariante, 180 - Sala 304

Bairro Moinhos de Vento

Porto Alegre/RS

Telefone

(51) 3414-2770

(51)3307-2770