Rosácea: gatilhos e tratamentos para o problema

A Rosácea é uma desordem inflamatória que afeta principalmente as mulheres com idade entre 30 e 50 anos. O problema é comum. Estimativas indicam que 1 em cada 10 pessoas sofre com o problema. Apesar de não ter cura, a rosácea tem tratamento e, com informação e acompanhamento, é possível reduzir e evitar as crises.

O que é a rosácea e quais os seus sintomas?

A rosácea é uma alteração vasomotora da pele que leva ao surgimento de lesões semelhantes a espinhas. O problema deixa a tez com textura mais áspera e avermelhada, principalmente, na região central da face. A doença altera a barreira cutânea, deixando a pele mais ressecada e sensível a estímulos. Atinge bochechas, nariz, testa e queixo.

Seus principais sintomas são:

  • Vermelhidão facial
  • Inchaço na face
  • Vasinhos aparentes na face
  • Lesões pápulo-pustulosas
  • Coceira
  • Pele seca
  • Pele sensível
  • Alteração nos olhos (a rosácea ocular ocorre em metade das pessoas que sofrem com a doença)
  • Irritação ou ardência após o uso de cosméticos ou produtos na face

 

Importante ressaltar que a rosácea se manifesta de formas distintas. Por isso, os sintomas não são iguais de uma pessoa para outra.

A causa da Rosácea ainda não é definida, mas sabe-se que há uma predisposição genética, além de influência de fatores psicológicos e climáticos. Há diversos estímulos que desencadeiam as crises, principalmente:

  • Exposição ao sol
  • Vapor quente
  • Ingestão de bebida alcoólica
  • Estresse
  • Calor
  • Frio
  • Prática exagerada de exercícios físicos
  • Comidas apimentadas ou condimentadas demais
  • Vapor quente

 

O diagnóstico é o primeiro passo para encontrar o melhor tratamento e reverter os efeitos da doença. Se você sofre com os sintomas a partir dos gatilhos listados e suspeita que tem rosácea, procure um Médico Dermatologista.

Como prevenir a rosácea

A Rosácea é uma doença crônica. Ou seja, não há cura. O que pode ser feito é o acompanhamento para identificar as características do problema e tratar as crises. 

Para identificar os principais gatilhos que levam a crises na sua pele, um dos métodos indicados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia é a criação de um diário de pioras. O paciente escreve as datas e o estado da sua doença, relacionando com suas atividades, alimentação, estresse e outros fatores. Depois, esse diário é apresentado ao Dermatologista para que, juntos, possam entender melhor a doença.

Tratamentos para a rosácea

O tratamento da rosácea depende de vários fatores, entre eles: a apresentação clínica, os sintomas, as características do paciente e o estágio da doença. Tudo isso é avaliado pelo Médico Dermatologista.

O primeiro passo é afastar os fatores agravantes da rosácea (por isso é tão importante observar os gatilhos que afetam seu organismo). Além disso, os cuidados básicos são essenciais: proteção solar e higienização com produtos adequados, que inclui sabonetes e antimicrobianos.

Podem ser ministrados também medicamentos por via oral, cremes com ativos calmantes, além de laser e luz pulsada para suavizar a aparência da doença. Para disfarçar, é possível fazer uso de maquiagens corretivas.

Se você sofre com rosácea ou suspeita que tem a doença, busque atendimento médico o mais breve possível.

 

Dermatologista em Porto Alegre

Instituto Burmann e Bastos
Av. Carlos Gomes, 700 – Salas 607 e 608 – Porto Alegre
(51) 3737.3817 – 98239.0135

Quem Sou

Sou a Dra. Fairuz Helena ....

Blog

Novidades sobre beleza ....

Entre em Contato

Dra. Fairuz Helena Castro

Endereço

Instituto Burmann e Bastos

Av. Carlos Gomes, 700 - sala 607 e 608 

Bairro Petrópolis

Porto Alegre/RS

Telefone

(51) 3737-3827

 

(51) 98239-0135

 

Email

dermato@drafairuzhelena.com.br