Unhas fracas: cuidados e tratamentos

Frequentemente no consultório escuto pacientes com queixas sobre unhas fracas. São relatos de unhas quebradiças e frágeis, que descamam e lascam com facilidade. Além de não ser esteticamente bonito, traz incômodos e desconfortos para a pessoa. Estima-se que 20% da população sofra com a Síndrome das Unhas Frágeis, sendo mais comum em mulheres.

Não há uma causa definida para as unhas fracas, que podem estar relacionadas a problemas como psoríase e outras condições, como anemia, hipotireoidismo, diabetes, anorexia, deficiências vitamínicas, entre outras. Há ainda fatores externos, como contato frequente com produtos de limpeza, e o uso abusivo de removedores de esmalte, como a acetona, que resseca demais as unhas. Exposição a produtos químicos, como solventes e ácidos, também trazem problemas. Além disso, pode haver a incidência de fungos, principalmente nas unhas dos pés, ou de traumas repetitivos.

A literatura aponta que os fatores externos podem atuar de maneira cumulativa, ou seja, quanto maior a exposição ao longo do tempo, maior o dano.  Outra questão que deve ser vista com cuidado é o envelhecimento. Unhas de idosos apresentam percentual menor de lipídios, sendo ainda mais frágeis.

 

Tratamentos para unhas frágeis

O primeiro passo para tratar a condição é identificar sua causa. Por isso, procure a Dermato para encontrar o motivador do problema. A partir disso, podem ser realizadas diversas intervenções, como ingestão de vitaminas para fortalecimento, aplicação de cremes e uso de esmaltes especiais fortalecedorez.

O tratamento não é imediato e pode, em alguns casos, levar até 1 ano, pois depende da reação do organismo e do crescimento de uma nova unha.

Cuidados com as unhas

Há boas práticas que podem ser adotadas para proteger as unhas e evitar problemas. Veja algumas recomendadas pela Sociedade Brasileira de Dermatologia:

  • Não compartilhe itens como tesouras, alicates e lixas.
  • O melhor formato para as unhas é o arredondado nas mãos e o quadrado nos pés.
  • O tamanho das unhas das mãos deve levar em conta algumas particularidades, como profissão, hábitos e hobbies. Nos pés é indicado evitar unhas muito compridas porque podem gerar mecanismo de alavanca e descolar as unhas do leito. Isso deixa um aspecto feio e amarelado nas unhas e pode levar ao acúmulo de sujeira e detritos.
  • A cutícula não deve ser retirada, pois isso deixa a unha desprotegida e facilita a entrada de fungos e bactérias.
  • Deixe as unhas sem esmalte uma semana por mês, no mínimo. O uso ininterrupto de esmalte causa ressecamento e enfraquecimento das unhas. Se não puder fazer a pausa, deixe pelo menos dois a três dias de intervalo entre as esmaltações.
  • Evite lixar a parte de cima da unha, pois retira camadas de queratina e deixa as unhas mais frágeis e finas.
  • Prefira os removedores de esmalte que não contenham acetona.
  • Use luvas quando precisar mexer na água ou com produtos de limpeza.

 

Busque manter as unhas hidratadas (vale usar o mesmo hidratante corporal). Ao perceber alterações nas unhas, é importante buscar auxílio médico, pois isso pode ser um indício de doenças sistêmicas no organismo.

Para saber mais, faça uma visita ao consultório. Ligue e faça seu agendamento com a Dra Fairuz.

(51) 3414.2770 – 3307.2770 – 98692.6697
Rua Mariante, 180 – Sala 304
Bairro Moinhos de Vento – Porto Alegre/RS
Atendimento de segunda a sábado, convênios e particular.

Referências utilizadas:

http://www.scielo.br/pdf/%0D/abd/v82n3/v82n03a09.pdf

http://www.sbd.org.br/dermatologia/unha/cuidados/cuidados-com-as-unhas/

Quem Sou

Sou a Dra. Fairuz Helena ....

Blog

Novidades sobre beleza ....

Entre em Contato

Dra. Fairuz Helena Castro

Endereço

Clinica Dra. Juliana Fonte

Rua Mariante, 180 - Sala 304

Bairro Moinhos de Vento

Porto Alegre/RS

Telefone

(51) 3414-2770

(51)3307-2770